Quer seguir o Jardim da Terra? Digite seu e-mail aqui:

JARDINAGEM E PAISAGISMO: Árvore de pequeno porte para Jardim


Gente, um jardim é feito de volumes e tamanhos diferentes e usar árvores de pequeno porte é uma solução linda, prática e vai deixar uma sombra para suas horas de descanso.


Aldrago

Pterocarpus violaceus 

(FABACEAE)



Árvore de médio porte, utilizada na arborização das ruas em São Paulo. Tem folhagem brilhante e bela florada.

Cataia 
Drymis brasiliensis 
(WINTERACEAE)



Árvore de médio porte.

Chichá-do-cerrado
Sterculia striata
(STERCULIACEAE)



Árvore de médio porte

Chuva-de-ouro, Cássia-rósea
Cassia ferruginea, Cassia grandis
(CAESALPINIACEAE)



Árvore de médio a grande porte, utilizada na arborização de ruas e avenidas.

Cumaru cerejeira 
Amburana cearensis 
(FABACEAE)



Árvore ornamental pelos ramos e troncos que são lisos de cor vinho ou marrom avermelhado.

Dedaleiro 
Lafoensia pacari
(LYTHRACEAE)



Árvore de médio porte, largamente utilizada em parques, praças, ruas pela sua rusticidade, pela beleza das flores e boa convivência com a poluição urbana e a rede elétrica.


Ingá-beira-de-rio, ingá, ingá-feijão, ingá-ferradura,ingá-banana
Inga bahienssi, Inga fagifoli, Inga marginata, Inga sessilis, Ingauruguensis, Ingavirescens
(MIMOSACEAE)



Árvore de médio porte, utilizada em parques, praças e rodovias.

Ipê-amarelo, Craibera, Pau-d'arco amarelo 
Tabebuia Alba, Tabebuia aurea, Tabebuia chrysotricha, Tabebuia ochraeae, Tabebuia serratifolia, Tabebuia vellosoi 
(BIGNONIACEAE)



Árvore caducifólia de altura variável, de médio porte, bastante ornamental pelas flores de coloração amarela intensa, sendo utilizada em praças, arborização de ruas, estradas e entradas de fazendas.

Ipê-branco 
Tabebuia roseo-alba
(BIGNONIACEAE)



Árvore de médio porte, caducifólia, utilizada em arborização de ruas, estradas, extremamente ornamental pelo exuberante florescimento e pela folhagem densa de cor verde azulada.

Ipê-roxo, Ipê-rosa pau-d' arco-roxo 
Tabebuia heptaphylla,Tabebuia impetiginosa
(BIGNONIACEAE)



Árvore de médio a grande porte, caducifólia, utilizada em praças, jardins públicos, arborização de ruas, avenidas, estradas e alamedas de fazendas, bastante ornamental pela coloração de rosa a lilás intenso.

Manduirana, Pau-cigarra, Alecrim 
Senna macranthera, Senna multijuga
(CAESALPINIACEAE)



Árvore de médio porte, é indicada para a arborização de ruas (estreitas e sob rede elétrica); árvore extremamente ornamental pelas suas flores.

Mutamba
Guazuma ulmifolia 
(STERCULIACEAE)



Árvore de médio a grande porte que proporciona ótima sombra.

Palheteira 
Clitoria fairchildiana 
(FABACEAE)



Árvore de médio porte que proporciona bom sombreamento. Tem sido utilizada na arborização rural e urbana nas regiões sudeste e norte do País.

Pata-de-vaca
Bauhinia forficata
(CAESALPINIACEAE)



Árvore de pequeno porte. Pela beleza das flores, é utilizada nos parques e jardins.

Pau-angelim 
Andira anthelmina, Andira fraxinifolia 
(FABACEAE)



Árvore de médio a grande porte, que proporciona ótima sombra pela copa frondosa.


Quaresmeira
Tibouchina granulosa, Tibouchina sellowiana
(MELASTOMATACEAE)



Árvore de médio porte, muito ornamental pelas flores, utilizada em arborização de ruas, avenidas, praças e parques

Saboneteira
Quillaja brasiliensis
(ROSACEAE)



Árvore de médio porte, utilizada em parques e praças.


Fonte: http://www.jardineiro.net/classe/arvores-ornamentais; 
http://www.ressoar.org.br/projetos_ressoar_solidario_noticia_0020_canteiros_peq.asp



FAÇA VOCÊ MESMO: Como fazer um vaso bem drenado

Pessoal, não tem erro! Para preparar um vaso bem drenado é só seguir as dicas abaixo:


Figura: Vaso bem drenado para receber o agerato


1 - Adicione argila expandida ou brita no fundo do vaso;
2 - Em cima da argila expandida acrescente a manta de bidim ou manta de poliéster para filtrar a água e evitar que a terra se infiltre por entre as bolinhas da argila (ou pedras), entupindo o dreno;
3 - Adicione o solo e desfaça um pouco do torrão com as mãos para que as raízes se adaptem mais rapidamente ao vaso;
4 - Para dar acabamento ao vaso e também para evitar que ervas daninhas apareçam adicione casas de árvores 

FAÇA VOCÊ MESMO: 6 passos para preparar um vaso para o Plantio

Pessoal, imagino que vocês já tenham ouvido falar bastante que não basta por a terra no vaso e transplantar uma muda para lá. E é assim mesmo! É preciso alguns cuidados para preparar o vaso para que vocês não deixem as raízes apodrecerem com a água acumulada no fundo dos vasos ou deixarem a terra escorrer pelo buraquinhos de escoamento de água.

Siga os passos abaixo é bem facilzinho:

1º passo: Escolha um vaso e faça furinhos no fundo do vaso
2º passo: Adicione argila expandida no fundo do vaso, caso você tenha outras pedrinhas em casa também pode usar para substituir a argila.
3º passo: Sobre a argila expandida coloque a manta de bidim (manta de poliester) ou fique a vontade para utilizar outros tecidos também. Isso irá evitar a perda de terra no vaso e também que a sugeira possa te incomodar.
4º passo: Adicione a terra (Escolha a terra de acordo com a planta que você irá escolher)
5º passo: Adicione a muda da planta escolhida
6º passo: Arremate o vaso colocando cascas de árvore para deixar o vaso mais bonito e também para retardar o crescimento de ervas daninhas.




DICA DO DIA: O que fazer depois do período de floração das Orquídeas

Creio que é sempre uma dúvida para todos: O que fazer após o período de floração das orquídeas?

Como alguns tipos de orquídeas costumam nos presentear com uma nova floração nos nódulos velhos é melhor não cortar a haste até que ela esteja totalmente ressecada.

Alguns orquidófilos após a floração anterior, costumam medir cerca de um palmo (cerca de 22 cm) na haste floral a partir da base da planta, cortando ali. Em seguida cauterizam o ferimento com uma colher quente e/ou passam pasta de canela em pó úmida evitando germes oportunistas como fungos e bactérias.

Nesse pedaço de 22 cm de haste que ficou na planta costuma nascer outra haste floral. Borrifar solução de água filtrada com complexo vitamínico B ou hormônio enraizador (tiamina de boro ou 2 comprimidos de BENERVA esmagados e dissolvidos num litro de água - e ácido giberélico). 

Com o tempo poderá surgir novas mudas nos nódulos dessa haste. Somente destacar as novas mudas quando estas estiverem com as folhas duplas crescidas e apresentando enraizamento, replantando-as conforme já explicado acima.

Muitos orquidófilos usam canela em pó colocada na palma da mão e soprando-a sobre as raízes das Phalaenopsis, visando proteção contra fungos e bactérias, e dizem, obtendo melhor floração com a planta mais saudável.






DIÁRIO DE JARDINAGEM: O que plantar no mês de julho

O mês de julho chegou e é hora de plantar e semear em seu jardim árvores e arbustos ornamentais, begónias, amarílis, cíclames, ervilhas-de-cheiro, gipsófilas, jacintos, lírios.



Figura: Amarílis
Figura: Amarílis branca e vermelha

Figura: Amarílis Vermelha

Figura: Arbusto Azaléia

Figura: Ciclame

Figura: Ciclame rosa

Figura: Arbusto Ervílha de Cheiro

Figura: Ervilha de cheiro

Figura: Arbusto Gipsófila

Figura: Gipsófila em vaso

Figura: Gipsófilas

Figura: Árvores Ipê amarelo

Figura: Arbusto Ixora

Figura: Ixora

Figura: Árvore Ipê Roxo

Figura: Jacintos

Figura: Jacintos em vaso

Figura: Jacintos no jardim

Figura: Jacintos em escultura de vasos


Figura: Lírios laranjas

Figura: Lírios mesclados

Figura: Lírios Amarelos

Figura: Quaresmeira

Figura: Quaresmeira amarela

Figura: bêgonia 

Figura: Árvore resedá