Quer seguir o Jardim da Terra? Digite seu e-mail aqui:

COMO CULTIVAR: [SÉRIE] PIMENTAS: Como plantar pimenta Malagueta

Oi Pessoal, vou começar uma série de artigos nova. Vou falar de pimentas. Hummm Adoro!

Aqui vou explicar sobre vários tipos de pimenta, como cuidar delas em canteiros, vasos, sua época de plantio, clima, sementes, mudas e muito mais.
Bora lá?




Como plantar pimenta Malagueta

Ao contrário do que muito gente pensa, uma pimenta consumida por dia não é capaz de causar danos à saúde de pessoas que têm problemas gástricos, pois a pimenta malagueta consumida naturalmente e em pedacinhos é um ótimo anti-inflamatório.


É rica em vitaminas A, E e C , atua como cicatrizante, controla o colesterol, aumenta a resistência física, possui ação anti-inflamatória, previne doenças como câncer , ajuda a controlar a obesidade, aumenta a circulação sanguínea, dentre outros benefícios à saúde.





Época de Plantio


A melhor época de plantio é o mês de setembro, contribuindo para o bom desenvolvimento da pimenta que gosta muito de calor, mas existem regiões que aceitam o cultivo o ano inteiro.


Época de Colheita


A colheita normalmente gira em torno de 90 dias. Leia as instruções técnicas na embalagem da variedade a ser cultivada. As informações contidas garantem o bom desenvolvimento das plantas.


Requerimento de Luz

A pimenteira cresce melhor em condições de alta luminosidade, com sol direto.





Clima para o cultivo


A faixa de temperaturas que vai de 16°C a 34°C é adequada para a maioria das espécies e cultivares. A maioria destas pimenteiras são plantas tropicais ou subtropicais e crescem melhor em clima quente, mas as pimenteiras da espécie Capsicum pubescens e alguns cultivares de outras espécies que são adaptados a regiões de clima mais ameno, crescem melhor com temperaturas abaixo de 26°C. Nenhuma destas pimenteiras pode suportar baixas temperaturas e geadas.





Como plantar as sementes da Pimenta Malagueta


O cultivo de pimenta necessita a formação de mudas, para isso basta comprar as sementes e fazer uma sementeira apropriada para mudas; pode ser usado como substrato uma mistura de esterco de bovino bem curtido e terra preta. Use uma proporção de 6 litros de terra preta para 3 litros de esterco bovino curtido.


Com a sementeira preparada, coloque três sementes por recipiente numa profundidade variável de 0,5 a 1 cm, ao terminar a semeadura cubra as sementes com uma leve camada de substrato e faça uma rega para deixar as sementes em contato íntimo com a terra.


Faça regas 2 vezes ao dia, sendo uma pela manhã e a outra a tarde; evite excesso de água se possível use um pulverizador, não tendo, use um regador que evita o excesso de água.


Ao atingirem cerca de 10 a 15 cm de altura podem ser transplantadas para canteiro definitivo deixando um espaçamento de 0,80 cm entre plantas e 1,20 m entre fileiras, ou conforme achar melhor em sua área de cultivo.





Solo para o transplantio das mudas em canteiros, covas ou vasos


O solo precisa estar devidamente adubado com material orgânico bem curtido, que pode ser esterco bovino e esterco de galinhas. O solo preferencialmente deve ser poroso e fofo; as mudas podem ser plantadas em canteiros, covas ou vasos.


Para colocar as mudas no local definitivo é preciso fazer covas que são suficientes para caber a parte das raízes, em seguida chegar terra em sua volta e fazer uma leve pressão para que as mudas fiquem firme no local. Não se esqueça de fazer as regas 2 vezes ao dia sem excessos, sendo que devem ser diminuídas conforme o desenvolvimento das plantas, tipo de solo e clima regional.


Adubação


O adubo a ser utilizado deve ser incorporado ao local de plantio. Se for em canteiros, para cada m² distribua 2 kg de esterco bovino e 500 g de esterco de galinhas. Para plantio em covas misture com a terra os estercos proporcionalmente à área das covas.





Irrigação


A pimenteira deve ser irrigada com frequência para manter o solo úmido, mas este nunca deve permanecer encharcado.


Como cuidar da sua pimenteira


Retire as ervas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.
Alguns cultivares precisam de tutoramento para as plantas não tombarem. Neste caso, amarre as plantas a estacas de madeira, mas sem restringir o crescimento dos caules.


Quando colhendo ou manuseando os frutos dos cultivares que são picantes, é muito importante usar luvas. Se pimentas picantes forem manuseadas sem luvas, não toque nos olhos, nariz, boca ou outras partes do corpo sem antes limpar muito bem as mãos. Água não é eficiente para retirar a capsaicina da pele, pois esta substância não é solúvel em água. Contudo, é solúvel em álcool e em óleo.






fonte: revistagloborural.com, pt.wikihow.com, estilo.uol.com.br, comofazerumahorta.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário