Quer seguir o Jardim da Terra? Digite seu e-mail aqui:

COMO CULTIVAR: [SÉRIE]: PIMENTAS: Como cultivar pimenta rosa

A pimenta-rosa ainda é conhecida popularmente como pimenta do Brasil, e seu nome científico é Schinus terebinthifolius Raddi, e carrega também os nomes de: aroeira-pimenteira, aroeira-vermelha, aroeirinha, pimentabrasileira ou somente aroeira. De coloração avermelhada, não apresenta um ardor característico e sim um sabor diferenciado e até adocicado.



Ela possui muito pouco de picante em seu sabor, que é quase que tomado por seu doce, e por essa combinação maravilhosa é totalmente apropriada para fabricação de molhos que são muito saborosos e que acompanham peixes, aves e demais carnes brancas. 

Essa pimenta é bastante apreciada na culinária internacional e nacional, sendo incluída diretamente nos pratos preparados. Alem disso, por suas particularidades, tem crescido grandemente sua utilização na indústria de cosméticos.

Pode ser cultivada em diversos lugares, pois não ocupa muito espaço, sendo possível tê-la até mesmo numa sacada de apartamento, desde que a mesma receba sol o por muitas horas do dia e de forma direta. A árvore valoriza bastante o ambiente pelo contraste obtido através da cor vermelha do fruto em contrapartida às das folhas.

Um pé já adulto de pimenta-rosa, de uma árvore que já tem seus três anos, chega a produzir aproximadamente oito quilos da pimenta, e que pode render muito no mercado. 



Descrição

A pimenta aroeira ou pimenta rosa (Schinus terebinthifolius Raddi) é uma planta da família das anacardiaceae, nativa do Brasil, dióica, isto é, aquela em que os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes (plantas machos e plantas fêmeas) e multiplica-se facilmente por estaquia e sementes. 

Os frutos são pequenas drupas, esféricos, avermelhados. Existem relatos de que a pimenta rosa alimenta aves silvestres.

Do ponto de vista botânico, entretanto, a pimenta rosa não tem qualquer parentesco com a família das pimentas. Na verdade, ela como anacardiacea é parente do caju, da manga e do cajá-mirim.

De sabor picante e adocicado é especialmente apropriada para confecção de molhos que acompanham carnes brancas, aves e peixes. É muito apreciada na culinária nacional e internacional, sendo que nesta, principalmente, tem a sua aplicação direta como condimento em pratos. Alem disso, é crescente o seu uso na indústria de cosméticos.



Época de plantio
Todo o ano


Época de colheita
A frutificação, de acordo com a região, acontece entre janeiro e julho. Os seus frutos são pequenos, avermelhados e posicionados nas extremidades dos ramos.


Dimensões da pimenta rosa
A árvore adulta tem de 5 a 10 metros de altura, com o tronco envolto por casca grossa e medindo de 30 a 60 cm de diâmetro à altura do peito. A copa é densa e as suas folhas são compostas por 3 a 10 pares de folíolos de bordas serreadas. As suas flores são pequenas e têm coloração levemente amarelada, florescendo geralmente de setembro a janeiro.

Requerimento de Luz
Sol pleno



Como plantar pimenta rosa
O plantio pode ser feito de diversas formas e a planta se desenvolve muito bem em qualquer uma delas, tanto a partir de estacas, sementes, e alporquias.

A aroeira não é uma planta exigente no cultivo, tolerando solos muito pobres. Porém, fica mais bonita em solos ricos e bem drenados, sempre a pleno sol.

A única variável que a aroeira não tolera é o excesso de água. O berço para a muda deve ser profundo e em formato quadrado.

Se possível, deve-se acrescentar adubação orgânica.

Apesar de ser uma árvore de porte médio, a copa é ampla e aberta, por isso, é aconselhável plantá-la a uma boa distância de muros, casas e da rua.

Colocar as sementes (frutos) para germinação, logo que colhidas, em canteiros a pleno sol com substrato argiloso. A taxa de germinação é superior a 50%. Transplantar as mudas quando atingirem 5-6 cm e daí para o local definitivo em mais 3-4 meses. O desenvolvimento das plantas no campo é bastante rápido.



Como Conservar a pimenta rosa
Quando fresca e bem conservada, a pimenta-rosa apresenta uma película fina e delicada de cor avermelhada ou rosada, de textura quebradiça. Evite as pimentas em que as películas estejam soltas, com a cor rosa desbotada e cheiro de mofo. A melhor maneira de armazená-la é em recipientes herméticos, secos e limpos. Evite deixá-los expostos à luz e em ambientes úmidos.

Tratos / Podas
Realize podas, nos meses de maio a agosto.

Tolera bem podas, pois retorna a brotar com vigor, necessitando que sejam selecionados e direcionados os brotos.

Adubação
A adubação da mesma deve ser feita através do uso do fertilizante mineral NPK 04-14-08.

Irrigação
A rega dessa planta deve ser feita somente 01 vez durante a semana.





fonte: http://flores.culturamix.com/, www2.cead.ufv.br, http://casa.umcomo.com.br/, http://ibflorestas.org.br/, http://www.namu.com.br/, http://www.revistaprocampo.com.br/


Nenhum comentário:

Postar um comentário