Pesquisar no blog

COMO CULTIVAR: [SÉRIE] PIMENTAS: Como plantar pimenta Dedo de Moça

Originárias das Américas, as pimentas do gênero Capsicum apresentam diversas cores – amarelo, laranja, roxo e verde e são utilizadas na produção de geleias e doces, páprica picante, pizzas, pratos especiais, conservas, molhos líquidos, spray paralisante, utilizados em defesa pessoal, corantes e inseticidas em cultivos orgânicos e agroecológicos.

Seu uso como condimento é o principal mercado, mas o interesse pela pimenta como ornamentação vem fazendo diferença nas floriculturas, já que elas enfeitam e fazem bonito em canteiros, vasos ou jardins verticais. 



Uma de suas belezas está na mudança de cor durante o amadurecimento, que vai do verde, passa por tonalidades de laranja e se reveste de vermelho vivo. O brilho da pele colorida em contraste com o verde das folhas, portanto, tem levado a pimenteira para dentro de casas, escritórios e outros ambientes.

Como alimento, a pimenta tem seu lado nutritivo. Contém vitamina A e é excelente fonte de vitamina C e B, além de possuir boa quantidade de magnésio, ferro e aminoácidos. 

Ela também tem efeito emagrecedor ao acelerar o metabolismo do organismo de quem a consome. O gosto forte do condimento está presente no caroteno, pigmentação que dá a cor vermelha à planta.



Época de Plantio

Em qualquer época do ano em locais de clima quente. Nas regiões frias devem ser plantadas no verão.

Requerimento de luz

Sol pleno.



Plantio das sementes

As sementes de pimenta podem ser semeadas diretamente no local definitivo, mas o mais comum é semear em sementeiras, copos ou saquinhos de plástico ou papel. As sementes devem ficar a aproximadamente 0,5 cm de profundidade no solo. 

As sementes também podem ser colocadas sobre papel mata-borrão ou outro papel absorvente, mantido sempre umedecido e em local aquecido, até a germinação, quando são então transferidas com cuidado para o solo e cobertas com uma leve camada de terra peneirada. 

No solo as sementes germinam geralmente em 1 ou 2 semanas, mas as sementes de alguns cultivares podem apresentar dormência e podem levar um longo tempo para germinar. O transplante para o local definitivo é feito quando as mudas atingem de 8 a 10 cm de altura.

O espaçamento recomendado varia com o porte da pimenteira e com as condições de cultivo. Geralmente o espaçamento adequado se encontra entre 20 cm e 60 cm entre as plantas, com linhas de cultivo espaçadas de 60 cm a 120 cm.



Transplantio das mudas

O transplantio pode ser feito em qualquer época do ano nas regiões mais quentes, desde que sejam irrigadas na seca. Nas regiões frias devem ser transplantadas no verão.

Colheita

Em geral, a colheita leva de 50 a 55 dias após a floração. Em locais de temperaturas mais elevadas, o desenvolvimento da pimenta é mais rápido.

O ponto de colheita ideal das pimentas pode ser determinado visualmente, quando os frutos atingem o tamanho máximo de crescimento e o formato típico de cada espécie e a cor específica. 



Poda
Faça a poda após o período de frutificação e no caso de colheitas contínuas. A prática deve ocorrer logo que a produção tenha cessado. A poda estimula o rebrotamento e a produtividade da planta.

Adubação

Se no segundo estágio do transplante da muda para seu local definitivo de cultivo você utilizou o adubo na preparação da terra, é necessário apenas uma manutenção a cada 20 dias , utilizando adubo liquido diluído na água de irrigação na proporção indicada na embalagem do adubo. 

Caso você tenha utilizado a terra de forma direta, apenas preparada com o humus ou substrato, faça a manutenção com o adubo liquido a cada 14 dias.

Assim que as flores surgirem, inicia-se aplicação de adubo liquido semanalmente.

Irrigação
Sempre que a superfície da terra estiver seca, é hora de regar, sendo que os melhores horários são no início da manhã e no final da tarde, em quantidade suficiente para que se inicie um gotejamento na parte inferior do vaso. 








fonte: http://pimentajota.blogspot.com.br/, hortas.info, http://www.cpt.com.br/
Abraços, beijinhos! Falem comigo, ok? Vou adorar!


As fotos e imagens aqui publicadas, bem como seus direitos autorais, pertencem aos seus respectivos proprietários. A minha fonte de pesquisa de todas elas está citada em todos os posts. Caso você seja proprietário de alguma imagem e queira que o seu link seja mencionado, entre em contato comigo, para que eu possa fazer as devidas alterações. Se você levar alguma imagem, seja gentil e mencione sua fonte de pesquisa. PS: Neste blog ainda não se adotam as novas regras de ortografia